Home / Destaque / Polícia oferece R$ 1 mil para quem der informações que ajudem na prisão do acusado de matar a companheira em Miracema

Polícia oferece R$ 1 mil para quem der informações que ajudem na prisão do acusado de matar a companheira em Miracema

 

Nesta quarta-feira (13), o Portal dos Procurados do Disque Denúncia divulgou um cartaz oferecendo recompensa de R$ 1 mil para quem ajudar a 137ª DP (Miracema) com informações que levem a prisão de Gutemberg Xavier Alves, 42 anos. O homem é acusado de matar Franciane Moizes Pedro, 27 anos, em Miracema, no Rio, e levar os pedaços do corpo dela para uma cidade de Minas Gerais.

A polícia começou a investigar o caso e descobriu que Franciane era obrigada a comer fezes e assistir vídeos de Gutemberg, que é soropositivo, fazendo sexo com outras mulheres. Gutemberg teria mentido no começo do relacionamento dos dois e mostrado um exame com o resultado negativo de HIV. Mais tarde ela descobriu que o exame era falso.

Após matar e enterrar a mulher, Gutemberg fugiu com partes do corpo dela após a polícia começar a investigar o desaparecimento de Franciane.

No final de outubro, a ossada da vítima foi encontrada em uma área de mata em Palma, no estado de Minas Gerais, que faz divisa com Miracema.

Imagens de câmeras de segurança mostram Gutemberg deixando a casa, acompanhado desse homem com transtorno mental, que carrega uma sacola azul, onde estariam partes do corpo da vítima. Ainda segundo aponta as investigações da Polícia Civil, o homem foi enganado por Gutemberg, que afirmou se tratar de um cachorro morto.

De acordo com Doutor Gésner Bruno, delegado responsável pelas investigações, após a repercussão do caso, uma mulher procurou a 137ª DP (Miracema) para relatar que foi estuprada por Gutemberg. A Polícia Civil investiga o caso. Foi expedido um mandado de prisão sobre Gutemberg pelo crime de homicídio qualificado com pedido de prisão temporária.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização de Gutemberg Xavier, pode denunciar pelos seguintes canais: whatsapp do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo aplicativo para celular do Disque Denúncia.

Da redação da 96.9 FM

DEIXE UMA RESPOSTA

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*