Home / Geral / Enchentes: principais causas e consequências

Enchentes: principais causas e consequências

Segundo estudos, as causas de uma enchente podem ser divididas em naturais e causadas pelo homem

O aumento do nível de chuva acontece devido a catástrofes naturais – Foto: Arquivo

A cada ano que passa, as enchentes chocam pessoas em diferentes lugares com diversos outros desastres sociais e ambientais, inclusive, como os deslizamentos de terra. Em meio a tantos problemas, surge a importância de conhecer as principais causas e consequências das enchentes e, principalmente, como evitá-las.

Segundo estudos, as causas de uma enchente podem ser divididas, de forma geral, em naturais e antrópicas (causadas pelo homem). Dentre as causas naturais, pode ser citado o período de cheia dos rios perenes, que acabam invadindo espaços urbanos.

Tais cheias são ocasionadas pelas chuvas que, muitas vezes, surpreendem os meteorologistas em quantidade. O aumento do nível de chuva acontece devido a catástrofes naturais ou problemas de Aquecimento Global.

Junto com as causas naturais, a interferência humana contribui para o surgimento de enchentes e inundações. O mau descarte do lixo, por exemplo, faz com que ele se acumule em bueiros, que são responsáveis por conter parte da água que eleva o nível dos rios.

Outra causa antrópica das enchentes é a ocupação irregular de áreas sujeitas a maiores inundações, causadas, principalmente, pela falta de planejamento nas cidades. Estas ocupações geram desastres como o ocorrido na região serrana do Rio alguns anos atrás.

Apesar das causas citadas serem de extrema importância, a impermeabilização do solo é a de maior relevância. Devido à pavimentação das ruas e ao cimento utilizado em quintais e calçadas, a água que deveria ser absorvida pelo solo é escoada, contribuindo para o aumento dos níveis dos rios.

Como evitar enchentes

Uma primeira maneira simples de evitar as enchentes é o descarte correto do lixo. Ao usar os lugares indicados pelo governo para descarte e lixeiras corretamente posicionadas, evita-se o acúmulo de dejetos nos bueiros, tornando o escoamento da água mais fácil, dificultando, assim, a ocorrência de enchentes.

Porém, a melhor forma de tratar a situação das enchentes é desenvolver maneiras de prevenção, como: a construção de sistemas eficientes de drenagem, criação de reservas florestais às margens dos rios, a desocupação das áreas de risco e ampliação de áreas livres e jardins.

Rádio Itaperuna 96.9 FM – Por Helena Leite / Fala!Cásper

02/03/2020 – 07:20

DEIXE UMA RESPOSTA

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*