Home / Destaque / Governo pode interditar praias do Rio para evitar aglomerações

Governo pode interditar praias do Rio para evitar aglomerações

Medida seria para evitar disseminação do coronavírus.

Wilson Witzel avisou que poderá acionar as forças de segurança para dispersar os banhistas – Foto: Arquivo

Para evitar a disseminação do coronavírus, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, avisou que não serão toleradas aglomerações nas praias, principalmente após a suspensão das aulas, o que pode levar multidões de jovens à beira-mar. Se for preciso, o governador avisou que poderá acionar as forças de segurança para dispersar os banhistas.

— Neste caso, tratando-se de uma epidemia, não só o Corpo de Bombeiros, como a Defesa Civil, a Polícia Militar e a Guarda Municipal serão chamados e nós não permitiremos aglomeração na praia. O momento é de ficar em casa, para que a gente possa controlar essa epidemia. E reavaliaremos, daqui a 15 dias, se manteremos essas restrições mais graves — disse Witzel.

O governador conversou com jornalistas no jardim de inverno do Palácio Guanabara, evitando o tradicional auditório fechado, quando detalhou o decreto assinado nesta sexta-feira (13), com diversas medidas de enfrentamento à crise do coronavírus. Witzel esteve ao lado do secretário estadual de Saúde, Edmar Santos, que também apelou para que a população evite as praias.

— A gente muda a cultura conforme a necessidade. Estamos falando de risco de vidas. Não há o que se discutir a questão de aglomerações em shows, em praias ou em qualquer lugar que seja. Temos que seguir com muita seriedade todas as orientações que estão sendo passadas — reforçou o secretário.

Rádio Itaperuna 96.9 FM

DEIXE UMA RESPOSTA

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*