Home / Geral / Posso fazer sexo em tempos de pandemia de coronavírus? Médico responde!

Posso fazer sexo em tempos de pandemia de coronavírus? Médico responde!

“Caso não haja pessoas de risco dentro da casa, não há problema nenhum em ter o mesmo contato sexual de sempre”, explica o urologista e sexólogo Diego Galante. Não pode pessoas em grupos de risco, profissionais da área da saúde e aquelas que estiveram com pessoas sabidamente infectadas.

Com o isolamento social, a convivência entre casais que moram juntos fica ainda mais intensa – Foto: Divulgação

O avanço do coronavírus está fazendo com que as pessoas no Brasil e no mundo adotem o isolamento social. Entre os contatos a serem evitados, estão apertos de mão, abraços e beijos. É vital manter, no mínimo, 1 metro de distância entre as pessoas. Essas medidas, no entanto, têm causado dúvidas na cabeça de muitas pessoas. Entre elas, se é seguro fazer sexo em tempo de coronavírus.

Não há nenhum estudo que cite é possível contrair coronavírus por relações sexuais. O risco está na proximidade dos corpos, já que o vírus é transmitido por gotículas de saliva e em secreções como em caso de tosse e espirros. Com isso, o beijo é um canal para passar o vírus de uma pessoa para outra, por exemplo.

Vale lembrar que, com o isolamento social, a convivência entre casais que moram juntos fica ainda mais intensa. Posso transar com meu parceiro (a)? Preciso de alguma precaução extra? Segundo o urologista e sexólogo Diego Galante, é necessário se preocupar apenas em casos muito específicos.

“Caso não haja pessoas de risco dentro da casa, não há problema nenhum em ter o mesmo contato sexual de sempre”, explica Galante. O médico ainda reforça que, caso ambos estejam saudáveis e não apresentem sintomas, não é necessário tomar atitudes redobradas de prevenção ou adotar grandes restrições.

Quem precisa parar o sexo em tempo de coronavírus?

Existem cenários em que não se pode fazer sexo ou ter qualquer tipo de contato com o parceiro. Esses cuidados se encaixam para pessoas em grupos de risco, profissionais da área da saúde e pessoas que estiveram com pessoas sabidamente infectadas. Quem não tem parceiro fixo também deve optar por se preservar neste momento e não se expor a riscos.

Rádio Itaperuna 96.9 FM – Fonte: O Dia

DEIXE UMA RESPOSTA

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*