Home / Itaperuna / Polícia Civil prende jovem que confessou ter esquartejado e queimado companheira em Itaperuna

Polícia Civil prende jovem que confessou ter esquartejado e queimado companheira em Itaperuna

Matheus Moreira Soares, de 20 anos, confessou ter matado, esquartejado e queimado a companheira Desirré Silva Campos, de 23 anos.

Jovem foi autuado nos crimes de feminicídio e ocultação de cadáver – Foto: Divulgação

Após serem informados que o jovem, considerado foragido da Justiça, estava indo sentido Italva, uma equipe de policiais civis da 143ª Delegacia Legal de Itaperuna se mobilizou. Nas buscas os agentes localizaram Matheus Moreira Soares, de 20 anos, que confessou ter matado, esquartejado e queimado a companheira Desirré Silva Campos, de 23 anos.

Matheus chegou a ser apresentado em audiência de custódia, no último sábado (28), em Campos dos Goytacazes. Pelo fato de não ter sido preso em flagrante, havia sido liberado. Neste domingo (20), foi expedido pela Justiça de mandado de prisão temporária.

Relembre o crime

Desirree Silva Campos, de 23 anos, foi morta asfixiada e teve o corpo esquartejado pelo companheiro. O crime ocorreu em uma residência localizada na Rua José de Assis Barbosa, bairro Cehab. Após denúncia, policiais militares realizaram buscas pela Estrada do Avaí, na manhã desta sexta-feira (27), e localizaram braço e perna.

O proprietário de uma sorveteria ficou preocupado pelo fato de Desirree não ter ido trabalhar por dois dias. Ligou várias vezes, mas ela não atendeu. Depois, pediu para que o motoboy fosse até à casa dela.

No endereço, o trabalhador foi informado que o casal havia brigado. Uma testemunha chegou a ver o suspeito com marcas de sangue e com embalagens em um carrinho de mão. Ao ser questionado, o jovem de 20 anos disse ter desossado um boi à noite.

Após investigações, os militares souberam que rapaz havia fugido com um homem. O suspeito foi localizado em Natividade. Ao ser confrontado pelas evidências, confessou ter assassinado a companheira. Os agentes apreenderam faca, navalha e soco inglês.

Na 143ª Delegacia Legal de Itaperuna, Central de Flagrantes, M.M.S., de 20 anos, foi autuado nos crimes de feminicídio e ocultação de cadáver. Ele permaneceu preso à disposição da Justiça.

Rádio Itaperuna 96.9 FM

DEIXE UMA RESPOSTA

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*