Home / Geral / Salários de servidores públicos de todo o país serão congelados até o fim de 2021

Salários de servidores públicos de todo o país serão congelados até o fim de 2021

Em reunião, Bolsonaro recebeu apoio da maioria dos governadores ao veto a reajuste para servidores; medida é contrapartida a ajuda financeira a estados e municípios durante a pandemia.

Maioria dos governadores é favorável’ a veto – Divulgação

Como esperado, na reunião que teve na manhã desta quinta-feira com governadores, o presidente Jair Bolsonaro pediu o apoio ao veto à possibilidade de reajuste do funcionalismo até o fim de 2021. E teve o aval da maior parte deles. O governador do Estado do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), acompanhou as falas de Bolsonaro e disse que a maioria dos chefes dos governos estaduais aceita vetar aumento para servidores. Até porque, segundo Azambuja, não haverá recursos suficientes para reposições salariais.

O congelamento salarial de servidores municipais, estaduais e federais é uma contrapartida colocada no projeto de socorro financeiro (de R$ 60 bilhões) aos estados, municípios e Distrito Federal, aprovado pelo Congresso. O Parlamento, porém, blindou dessa medida algumas categorias, como das áreas de Saúde, Assistência Social, Segurança Pública, entre outras.

De acordo com Bolsonaro, congelar reajustes na remuneração de todos os servidores públicos até o fim do próximo ano é “o remédio menos amargo” para o funcionalismo, “mas de extrema importância para todos os 210 milhões de brasileiros”.

Rádio Itaperuna 96.9 FM

DEIXE UMA RESPOSTA

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*