Home / Geral / Bolsonaro diz que pena de morte não será discutida em seu governo

Bolsonaro diz que pena de morte não será discutida em seu governo

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, negou hoje, no Twitter, que a pena de morte será discutida em seu governo.

A declaração foi feita em resposta a reportagem do jornal O Globo, em que um dos filhos do presidente, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, defende a penalidade para traficantes de drogas e autores de crimes hediondos.

Jair Bolsonaro escreveu que a proibição da pena de morte é uma cláusula pétrea da Constituição Federal, ou seja, não pode ser modificada por meio de Emenda Constitucional. O presidente também afirmou que o tema não fez parte de sua campanha eleitoral.

Bolsonaro também afirmou, pelo Twitter, que acionou os futuros ministros de Minas e Energia e Agricultura para analisar o potencial de exploração de reservas de potássio, cálcio e magnésio do país.

A justificativa do presidente eleito é que o Brasil possui as matérias-primas em abundância, mas ainda depende da importação das substâncias para a produção de fertilizantes.

Da redação da Rádio 96.9 FM com Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*