Home / Destaque / Itaperuna: empresa emite nota sobre aumento de passagem de ônibus, mas não diz o valor

Itaperuna: empresa emite nota sobre aumento de passagem de ônibus, mas não diz o valor

Em Itaperuna, RJ, foi divulgada nota da Viação Santa Lúcia sobre aumento da passagem de ônibus, no entanto, a nota não revela o valor e quando passará a vigorar o novo preço. Parece que o sonho de ter uma passagem com preço popular a R$ 1 está cada vez mais distante.

LEIA ABAIXO A NOTA DA EMPRESA!

A crise econômica está estampada no dia a dia da vida dos brasileiros, e essa realidade também teve seu impacto na sequência de reajustes nas tarifas de ônibus quem vem aumentando em vários municípios do país.

No ano passado, as empresas de transporte público de várias cidades reajustaram seus valores, como o caso de Campos dos Goytacazes que dobrou a tarifa no segundo semestre de 2017. Os moradores de Cabo Frio também desembolsaram um pouco mais. No Estado de Minas Gerais, as tarifas também subiram em Juiz de Fora. Os grandes centros também sofreram esse impacto, como é o caso de Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo e Florianópolis.

Segundo os economistas, a crise econômica não é o único motivo dos aumentos das tarifas. “A crise econômica atinge várias empresas, como também as automotivas. Além da crise política e econômica, tem a questão da Petrobrás. O preço do petróleo aumenta, assim sobe também o combustível, consequentemente, a despesa das empresas”, explica o economista Luiz Fernando Magalhães.

De acordo com as empresas, são várias as razões para os reajustes nas tarifas de ônibus. Os motivos também são a gratuidade da passagem para a terceira idade, alto preço do seguro dos ônibus, os desgastes das ruas que quebram frequentemente os veículos e a inadimplência das Prefeituras que arcam com parte das passagens para os estudantes, deficientes e idosos.

“Está cada vez mais difícil manter uma empresa que dribla a inadimplência e paga muito caro para manter o transporte público para os moradores. Está tudo aumentando, os impostos, o valor do combustível, os consertos nos veículos danificados pelos próprios usuários e precisamos acompanhar esses aumentos para mantermos os serviços e garantir até mesmo os empregos dessas famílias”, disse Cavanarro Gontijo Neto, diretor da Viação Santa Lúcia, de Itaperuna-RJ, que gera cerca de 200 empregos diretos.

ASCOM e blog do Adilson Ribeiro/ Itaperuna News

DEIXE UMA RESPOSTA

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*