Home / Destaque / CPI da Alerj busca respostas sobre gás no estado

CPI da Alerj busca respostas sobre gás no estado

Jair Bittencourt é vice-presidente de equipe que pretende apurar possíveis irregularidades

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) destinada a apurar possíveis irregularidades na distribuição de gás recebeu, no Palácio Tiradentes, nesta terça-feira (11), a presidente do grupo Naturgy Brasil (CEG e CEG Rio), Katia Brito Repsold. O grupo detém o contrato de concessão atual do serviço de distribuição de gás natural em 74 municípios do estado do Rio de Janeiro, que são atendidos por uma rede de distribuição de mais de 7 mil quilômetros.

Fizeram parte da pauta do encontro o contrato de concessão do serviço, a renovação antecipada da outorga proposta pelo Regime de Recuperação Fiscal, o atual panorama da rede de gás, a ingerência do Governo do Estado sobre a empresa, os preços praticados, bem como os planos e cronogramas de extensão.

A CPI, que é presidida por Max Lemos e tem como vice-presidente o deputado estadual Jair Bittencourt, já enviou requerimento à AGENERSA (Agencia Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro) solicitando uma série de documentos que serão alvo de investigação do colegiado, entre eles estão: o contrato primitivo de concessão da distribuição de gás entre o Governo do Estado e a empresa Naturgy Brasil e os respectivos aditivos efetuados.

O estado do Rio de Janeiro produz 54% do gás em todo o território nacional e, no entanto, tem um dos preços mais elevados do país.

Da redação da 96.9 FM com Ascom

DEIXE UMA RESPOSTA

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*