Home / Destaque / RPM corrige informação e diz que baterista Paulo Antônio Pagni não morreu

RPM corrige informação e diz que baterista Paulo Antônio Pagni não morreu

Fernando Deluqui, vocalista e guitarrista do RPM, divulgou um vídeo no início da noite deste domingo chamando de uma “tremenda confusão” a divulgação, mais cedo, por parte da banda, da morte do baterista Paulo Antônio Pagni.

Deluqui conta que recebeu uma ligação da clínica São Camilo, de Salto, onde o amigo está internado, dizendo que ele havia morrido. O músico ligou para o médico que acompanha Paulo Antônio, que confirmou a informação. Ele então passou na casa de P.A., pegou alguns documentos e, quando chegou ao hospital, “para alívio”, descobriu que o amigo estava vivo. O músico, de 61 anos, luta contra fibrose pulmonar.
“Agora a gente está querendo saber o que aconteceu, que engano foi esse. Estamos esperando o Dr. Alex Muller Coutinho e o Hospital São Camilo entrarem em contato para explicar o que aconteceu. Enquanto isso, o Paulo continua na UTI em estado gravíssimo. Quem puder, faça orações por ele”, disse Deluqui.

A notícia da morte foi divulgada pela assessoria da banda, por meio de uma publicação na página oficial do RPM nas redes sociais.

Da redação da 96.9 FM – O Dia

DEIXE UMA RESPOSTA

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*