Home / Destaque / Potência termelétrica no Açu: avanços para duas unidades no complexo

Potência termelétrica no Açu: avanços para duas unidades no complexo

A Prumo Logística recebeu da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) a aprovação necessária para a transferência da autorização para a construção e operação da termelétrica Novo Tempo no Porto do Açu, em São João da Barra, informou a empresa em fato relevante nesta quarta-feira (20).Também nesta quarta, a Prumo ganhou um leilão para outra unidade, ainda maior, no complexo portuário — como já havia antecipado à imprensa, na semana passada, o presidente da companhia, José Magela. Em seu perfil no Facebook, a prefeita Carla Machado (PP) comemorou as notícias, afirmando que “o Porto do Açu se tornará o maior Parque Termoelétrico da América Latina”.

No caso da primeira térmica, com previsão de ter obras iniciadas no próximo ano, a agência reguladora também permitiu a transferência dos 37 contratos de comercialização de energia fechados pela usina junto a distribuidoras de eletricidade. A unidade terá 1.238 gigawatt de capacidade instalada, cujos contratos foram selados em um leilão de energia em 2014, foi adquirida em junho deste ano junto à Bolognesi Energia, que não teve recursos para a construção.

A publicação dessa autorização, frisou a Prumo no comunicado, viabiliza a implantação da primeira usina termelétrica no Porto do Açu, contribuindo para o desenvolvimento do Açu Gas Hub.

Já no leilão desta quarta, o novo projeto do Porto do Açu, com previsão de iniciar a operação em janeiro de 2023, terá potência de 1,672 MW. As termelétricas vão atender às demandas do próprio complexo, diminuindo custos das operações, e a energia excedente será comercializada. Para Carla Machado, que ainda destacou licenciamento do Terminal GNL (Gás natural liquefeito) que dará suporte as térmicas, são grandes passos “na atração de novas empresas para SJB”.

Fonte: Folha1

DEIXE UMA RESPOSTA

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*