Home / Destaque / Muriaé – Duas pessoas internados com suspeita de febre amarela

Muriaé – Duas pessoas internados com suspeita de febre amarela

Os dois pacientes estão internados aguardando o diagnóstico final e, paralelamente, os casos estão sendo investigados.

Duas pessoas estão internadas no Hospital São Paulo (HSP) em Muriaé com suspeita de Febre Amarela. Os pacientes estão recebendo os cuidados necessários e os casos sendo investigados. A informação foi divulgada na manhã de ontem (25) pela Secretaria Municipal de Saúde através de nota oficial.

Um homem de 34 anos é morador do Distrito Federal e está a passeio em Barão de Monte Alto, cidade distante 25 km de Muriaé, onde chegou em 22 de dezembro último. A outra vítima suspeita de estar com a doença é uma idosa de 79 anos, moradora no bairro Safira, em Muriaé. Porém, em 19 de dezembro, viajou para Vitória/ES, onde permaneceu por dez dias.

O comunicado esclarece que na quarta-feira (24), foi colhido dos pacientes material para exames será enviado ainda hoje (25) para análise pela Fundação Ezequiel Dias, em Belo Horizonte. O resultado está previsto para ser divulgado em dez dias, dependendo da demanda do laboratório.

Vacinas estão disponíveis

A vacina contra a Febre Amarela está disponível em todas as unidades de saúde da cidade. As doses estão sendo aplicadas seguindo uma escala devido ao prazo de validade dos frascos, evitando, assim, o desperdício e a falta do produto.

Para receber a dose é necessário levar cartão de vacina; se não tiver o cartão, levar documento de identificação pessoal.

As unidades de saúde e o Centro Municipal de Imunização funcionam de segunda a sexta-feira, de 7h às 17h (sem intervalo para almoço).

No ano passado, mais de 40 mil pessoas foram vacinadas na cidade e, de acordo com a recomendação do Ministério da Saúde, uma única dose é suficiente para imunizar a pessoa por toda a vida.

Sintomas

Entre os sintomas da doença estão dor de cabeça, febre baixa, fraqueza, vômitos, dores musculares e nas articulações. Em sua fase mais grave, pode causar inflamação no fígado e nos rins, sangramentos na pele e até matar.

 Fonte: Rádio Muriaé

DEIXE UMA RESPOSTA

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*