Home / Destaque / Estado confirma mais uma morte por febre amarela

Estado confirma mais uma morte por febre amarela

Mais uma morte por febre amarela foi confirmada no estado do Rio de Janeiro, elevando para 12 os óbitos, só este ano, entre as 33 confirmações da doença. A vítima é moradora de Sumidouro, na Região Serrana, onde existe grande concentração de casos, inclusive com uma morte registrada em Cantagalo, na divisa com o Noroeste Fluminense.
Para auxiliar os estados e municípios na realização da campanha de vacinação, o ministério da Saúde vai encaminhar aos estados R$ 54 milhões. Desse total, R$ 30 milhões são para o Rio de Janeiro. O ministério da Saúde, do ano de 2017 até o momento, encaminhou às Unidades Federadas, aproximadamente 58,9 milhões de doses da vacina, 12 milhões só para o Rio.
A adoção do fracionamento das vacinas pelo ministério da Saúde, desde a semana de passada, é apontada como medida preventiva e recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), quando há aumento de epizootias — envolvendo macacos — e casos de febre amarela silvestre de forma intensa, com risco de expansão em cidades com elevado índice populacional. Segundo a OMS, a dose fracionada tem apresentado a mesma proteção que a padrão.
O último caso de febre amarela urbana foi registrado no Brasil em 1942, e todos os outros confirmados desde então decorrem do ciclo silvestre de transmissão. O ministério ressaltou ainda que a doença é transmitida por meio de vetor (mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes no ambiente silvestre), por isso é repudiado qualquer ataque aos macacos. (A.N.)
Fonte: Folha1

DEIXE UMA RESPOSTA

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*