Home / Destaque / Jojo Todynho, de ‘Que tiro foi esse’, avisa: ‘Não ligo para o que os outros falam ou pensam de mim’

Jojo Todynho, de ‘Que tiro foi esse’, avisa: ‘Não ligo para o que os outros falam ou pensam de mim’

Sou de Bangu, solteira e pronta para ser feliz”. Assim Jordana Gleise de Jesus Menezes resume ela mesma. Hoje, ela mora na Lapa, no Rio, tem 20 anos, virou Jojo e carrega o Maronttinni e o Todynho como sobrenomes. O primeiro ficou como assinatura profissional. O segundo, como (forte) apelido. Mas como eles surgiram?

“A atriz Cacau Protásio, na época que fazia o papel da Terezinha [em “Vai que Cola”], falou que peito de mulher faz Toddy. E eu peguei isso dela. Ficava falando: ‘Quer todynho?’. E aí pegou Jojo Todynho. Eu nem sei de onde veio o Maronttinni, acho que veio na minha cabeça e botei no Facebook”, explica a funkeira em entrevista ao G1.

Na época, Jojo nem sonhava em ver o clipe de “Que tiro foi esse” com mais de 81 milhões de visualizações um mês após o lançamento. Já é aposta para hit do carnaval.

“Nunca sabemos o que vai acontecer, mas tudo isso é resultado de muito trabalho e, claro, do gosto do povo. Eu caí na graça do povo e só tenho que agradecer”, comemora.

“2018 é o meu ano, mas não vou antecipar nada não. Vamos por partes”, diz ela, fazendo suspense quando questionada sobre uma parceria com Catra, citada por ela no ano passado.

É preciso amar

Foi também através das redes sociais que Jojo começou a ganhar espaço – bem antes de “Que tiro foi esse” – com vídeos desbocados, divertidos e mostrando sua autoestima.

A força na fala se manteve mesmo durante um período em que Jojo sofreu bullying, o que nunca a abalou. “Eu deleto. Só te fere aquilo que você deixa te ferir”, garante a cantora. “Eu não ligo para o que os outros falam ou pensam de mim”.

 

 Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*