Home / Destaque / Presidente da Alerj defende regulamentação da tecnologia 5G em evento de inovação

Presidente da Alerj defende regulamentação da tecnologia 5G em evento de inovação

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado André Ceciliano (PT), defendeu a regulamentação da tecnologia 5G durante o Rio Innovation Week, maior evento de inovação da América Latina, que está sendo realizado no Jockey Clube do Rio. O discurso de Ceciliano aconteceu em encontro nesta sexta-feira (14/01) com mais de 90 prefeitos, presidentes de Câmaras Municipais, empresários e políticos, e que marcou a entrega do Título Benemérito do Estado do Rio de Janeiro à empresária carioca Camila Farani, considerada uma das maiores investidoras-anjo do país.

“É uma honra estar presente nesse evento homenageando a Camila e discutindo o futuro do Rio. Estamos em uma janela de oportunidades e acredito que o investimento em tecnologia 5G é fundamental para iluminar todo o Estado do Rio. Já aprovamos lei na Alerj sobre o tema e as câmaras municipais têm que regulamentar o tema para o estado sair na frente”, afirmou Ceciliano. A lei aprovada na Alerj é a 9.151/20, que instituiu o programa de estímulo à implantação de tecnologias de conectividade móvel.

Ceciliano também citou em seu discurso o Fundo Soberano, aprovado pela Alerj, com o intuito de captar investimentos estruturantes nas áreas de ciência, tecnologia e inovação. Em 2021, Ceciliano inclusive rodou o interior do estado para apresentar o Fundo e entender os principais gargalos da economia das regiões.

“Estávamos há muito tempo sem discutir o desenvolvimento do Rio. Fomos para o interior e muito se falou da tecnologia 5G. Agora, este evento de inovação também é fundamental por unir empresários e investidores. É importante tirar as ideias do papel, como escutei aqui no evento ‘vai e faz’. Sabemos que a burocracia é grande e não podemos ficar paralisados”, concluiu o presidente da Alerj.

Organizador do Rio Innovation Week, o empresário Fábio Queiroz afirmou que a união entre o Poder Público e o setor privado é fundamental para gerar inovação. “Nós queremos discutir o futuro e o maior consumidor de tecnologias é o Poder Público. É preciso discutir as cidades inteligentes, por exemplo, o futuro é tecnológico e precisamos dessa união entre o público e o privado para garantirmos os empregos e os investimentos”, declarou.

Título Benemérito

O encontro foi de homenagem à empresária Camila Farani, que começou a empreender há 24 anos. Ela é sócia de 45 empresas que juntas empregam mais de 21 mil pessoas. Camila é conhecida por ser sócia-fundadora da G2 Capital, empresa focada em tecnologia. Ela é uma das maiores investidoras-anjo do país, investindo em startups com alto potencial de crescimento. Camila também é fundadora da Ela Vence, plataforma para o desenvolvimento de lideranças femininas, e também trabalha como colunista do Estado de São Paulo e da Forbes.

O Título Benemérito foi aprovado na Alerj através da Resolução 682/21, de autoria de André Ceciliano em conjunto com a deputada Martha Rocha (PDT). Segundo Camila Farani, esta foi a maior homenagem de sua carreira.

“Quando comecei, não tinham associações comerciais com conselhos de mulheres; na Firjan não havia conselho de mulheres. Não tinham deputados defendendo a causa, como André Ceciliano e Martha Rocha. Isso é um processo histórico e de pessoas que ajudaram a chamar a responsabilidade para si e falarem mulheres, vocês também podem empreender. Independentemente do que aconteça, a mulher pode fazer acontecer. Nunca se falou tanto de empreendedorismo feminino. Hoje, 48% das empresas abertas são lideradas por mulheres, de acordo com o Sebrae. Isso me enche de orgulho e de realização”, disse a empresária.

Já Martha Rocha destacou que Camila é uma das 500 personalidades da América Latina. “Quando olhamos a trajetória da Camila, vemos o seu esforço de fortalecer pequenos negócios. Ela tem uma atuação digital, inclusiva, transparente, verde e feminina. Muito bom que a rede empreendedora do país pense nas mulheres. Hoje, um terço das mulheres brasileiras são mães solo. Isso quer dizer que as famílias dependem, exclusivamente, dos salários dessas mulheres”, ressaltou a parlamentar.

Também estiveram presentes ao evento o primeiro vice-presidente da Alerj, deputado Jair Bittencourt (PP), e o secretário de Estado de Turismo, Gustavo Tutuca.

Rádio Itaperuna 96,9 FM – Ascom

DEIXE UMA RESPOSTA

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*

 

  • https://cast4.hoost.com.br:20181/stream